Quantcast
peoplepill id: rui-marques
RM
1 views today
1 views this week
Rui Marques

Rui Marques Portuguese journalist

Portuguese journalist
The basics
Quick Facts
Intro Portuguese journalist
Is Journalist
From Portugal
Type Journalism
Gender male
Birth 25 June 1963, Lisbon, Lisbon District, Portugal
Age: 56 years
The details
Biography

Rui Manuel Pereira Marques (Lisboa, 25 de Junho de 1963) é um profissional de comunicação social, activista de causas sociais e político português.

Estudos

Rui Marques licenciou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa e obteve o grau de mestre em Comunicação Social pelaUniversidade Católica Portuguesa com uma tese sobre o tema «Agendamento mediático de Timor-Leste segundo o modelo dos Lang».

Actividade profissional

Enquanto estudante universitário em Lisboa, colaborou regularmente na Rádio Renascença, na equipa de programação religiosa . A partir desta colaboração dedicou-se profissionalmente à Comunicação Social. Em 1990 foi convidado para director de programas da Rádio Renascença. Nessa mesma altura, colabora na apresentação da candidatura a um canal de televisão, a Televisão Independente (TVI), tendo sido o autor da proposta de programação.

Em 1991 abandona a Rádio Renascença e funda, com um conjunto de amigos, a revista Forum Estudante, da qual é o primeiro director. O primeiro número foi publicado em Dezembro de 1991. Em paralelo promoveu iniciativas de intervenção social e política como Missão Paz em Timor – Lusitânia Expresso. A actividade editorial iniciada com a revista consolidou-se e desenvolveu-se em torno do Grupo Forum, responsável pela edição de outros produtos de media e é neste contexto que nasce, em 1995 a Fórum Multimédia, para a produção de CD-ROMs e de conteúdos na Internet.

Em Agosto de 2002, Rui Marques é nomeado pelo Governo português como Alto-Comissário Adjunto para a Imigração e Minorias Étnicas, com a missão de participar no desenvolvimento de uma política de acolhimento e integração de imigrantes.

Terminado este mandato, é nomeado pelo Governo português, em 2005, como Alto-Comissário para a Imigração e como Coordenador Nacional do Programa Escolhas, mandato que terminou em Fevereiro de 2008

. Neste período participou no lançamento do Centro Nacional de Apoio ao Imigrante e na reestruturação do Programa Escolhas, projecto que beneficia cerca de cinquenta mil crianças e jovens provenientes de situações de maior vulnerabilidade.

Actividade cívica e social

No domínio da intervenção católica, enquanto estudante universitário, foi secretário-geral do Centro Universitário Padre António Vieira, ligado aos jesuítas. Ainda na universidade integrou, como independente, a Comissão Nacional de Juventude da candidatura de Freitas do Amaral à Presidência da República. Mais tarde (1994), colaborou nos Estados Gerais lançados por António Guterres.

Na área da cooperação, ainda nos anos 1980, foi secretário da direcção da ONGD, "Leigos para o Desenvolvimento" e integrou a Comissão Permanente das Organizações não governamentais para a cooperação . Em 1992 organizou, com a revista Forum Estudante, uma campanha de apoio a Moçambique, a "Missão Boa Esperança", através da recolha de arroz e livros e do seu envio.

Um dos temas em que teve maior participação cívica foi a causa da libertação e auto-determinação de Timor-Leste. Em Dezembro de 1991, participa na iniciativa "Missão Paz em Timor". Na sequência do massacre de estudantes timorenses no cemitério de Santa Cruz, a equipa da revista Fórum Estudante, lançou o projecto de uma acção de sensibilização da opinião pública internacional para a causa de Timor. Mobiliza cento e vinte estudantes, de vinte e três países, para uma viagem no navio Lusitânia Expresso a Timor, com o fim de colocar uma coroa de flores no local do massacre.. O Lusitânia Expresso foi parado, a 11 de Março de 1992, à entrada das águas territoriais de Timor por quatro navios de guerra indonésios, mas o objectivo essencial estava alcançado. Timor tinha sido notícia durante três meses. No período de 1992 a 1999 (data do referendo em Timor-Leste e da saída da Indonésia) continua a sua participação nesta causa, presidindo à Associação 12 de Novembro, que desenvolveu várias acções de apoio, a mais significativa das quais passou pelo acolhimento e apoio a jovens estudantes timorenses que se refugiavam em Portugal.

Viveu em Dili entre 2001 e 2002 participando na concepção, construção e lançamento do Centro Juvenil Padre António Vieira, nessa cidade, que foi inaugurado em 4 de Dezembro de 2001.

Em Setembro de 1992, participou na organização da Missão Crescer em Esperança, que visou acolher em Portugal, vítimas da guerra na Bósnia (Ex-Jugoslávia).

Em 1994, participou no lançamento do "Círculo de Apoio à Integração dos Sem-Abrigo" (conhecida por CAIS), associação a que preside até 1999, e que visa a integração dos sem-abrigo na nossa sociedade, em particular, no domínio do emprego e da auto-suficiência, através do modelo de uma revista de fotojornalismo, vendida em exclusivo por pessoas sem-abrigo, revertendo para elas a quase totalidade da receita.

Entre 1996 e 2000 presidiu à "Associação para a Promoção do Multimédia em Portugal", que representava a comunidade multimédia portuguesa. Nessa qualidade foi coordenador do "Ano Nacional do Multimédia Interactivo" em 1998.

Em Março de 2008, integrou um grupo de fundadores do partido de matriz humanista "Movimento Esperança Portugal". Em 2009 apresentou-se como Cabeça de Lista pelo Círculo de Lisboa às Eleições Legislativas, concorrendo pelo Movimento Esperança Portugal".

Na sequência do fraco resultado obtido pelo MEP nas eleições legislativas portuguesas de 2011 (5 de junho de 2011), demitiu-se na noite eleitoral, deixando a liderança do partido. O MEP teve apenas pouco mais de 21 000 votos, aquém do que atingira em 2009.

Condecorações

  • Grande oficial da Ordem do Infante D. Henrique

Obras publicadas

  • O Centro da Educação in Carneiro, Roberto (coord.), O futuro da educação em Portugal: tendências e oportunidades. Um estudo de reflexão prospectiva, tomo IV. Lisboa, Ministério da Educação, 2000. ISBN 972-614-366-7.
  • Uma mesa com lugar para todos: Para uma visão humanista da imigração. Lisboa, Instituto Padre António Vieira. ISBN 978-972-997210-2
  • Timor-Leste: O Agendamento mediático. Porto, Porto Editora, 2006. ISBN 978-972-0-45256-6

Notas e referências

The contents of this page are sourced from Wikipedia article. The contents are available under the CC BY-SA 4.0 license.
comments so far.
Comments
arrow-left arrow-right arrow-up arrow-down instagram whatsapp myspace quora soundcloud spotify tumblr vk website youtube stumbleupon comments comments pandora gplay iheart tunein pandora gplay iheart tunein itunes